Aguardado no Brasil, Chevrolet Bolt amplia vendas com desistências do Model 3 nos EUA

O Chevrolet Bolt está sendo aguardado com expectativa no Brasil, mas nos EUA, o compacto elétrico da General Motors está sendo a saída para quem não tem mais paciência em esperar. O atraso na entrega do Tesla Model 3, está motivando muitos clientes a mudar de lado na hora de comprar um carro elétrico, em especial na Califórnia, o maior mercado para o segmento no país.

Recentemente, Elon Musk enviou um comunicado aos clientes que estão na fila de espera pelo Tesla Model 3, anunciando que as entregas de 2018 foram atrasadas para 2019. Diante do aviso, muitos compradores que pagaram US$ 1.000 para ter o sedã elétrico agora estão insatisfeitos, pois acreditaram que o carro estaria em suas mãos na data prevista para entrega.

Porém, muitos deles decidiram abandonar a lista de espera da Tesla por dois motivos. O primeiro é o temor de que a Tesla atinja a cota de 200.000 carros elétricos vendidos no mercado americano e comece a perder o bônus federal de US$ 7.500. Do outro lado, há quem não queira mais ficar esperando, decidindo assim partir para outro produto, que nesse caso é o Chevrolet Bolt.

Vários concessionários relataram na Califórnia que muitas vendas do Bolt foram feitas para ex-clientes da Tesla, que aguardavam o Model 3. Só uma revenda disse ter vendido 15 exemplares num único fim de semana. Outro diz que se tivesse 50 carros em dezembro, teria vendido todos imediatamente. Da mesma forma que os atrasos da Tesla aumentam, os emplacamentos do Chevrolet também sobem.

Como Bolt e Model 3 possuem quase o mesmo preço, na faixa dos US$ 35.000, sem incentivos, os clientes que estão mudando não têm problemas com o preço, pois já estavam planejando dispor desse montante para seu próximo carro. Para a GM, cada aviso de atraso por parte de Elon Musk é um motivo a mais para acelerar a disponibilidade de seu carro elétrico. A montadora de Detroit teria enviado mala-direta para aqueles que esperam o Model 3, reforçando que o Bolt tem pronta-entrega.

Apesar da oportunidade, a GM também não está totalmente tranquila. A empresa já vendeu 170 mil unidades de carros elétricos, híbridos plug-in e outros que recebem tal incentivo. Por isso, ainda este ano, tal como a Tesla, perderá a bonificação federal de forma gradual. De qualquer forma, a montadora tem condições de ampliar rapidamente a produção do Bolt para atender a demanda e assim reduzir os custos de produção, algo impensável para Musk nesse momento, visto que nem consegue manter o ritmo planejado originalmente.

Aqui na região, o elétrico da GM chegará entre 2018 e 2019, mas Carlos Zarlenga, presidente da montadora para o Mercosul, já fala até mesmo de produção nacional, o que não seria algo estranho para ele, se tiver que comunicar tal investimento. A empresa não esconde que quer ser líder em eletrificação na região.

fonte: noticiasautomotivas
Aguardado no Brasil, Chevrolet Bolt amplia vendas com desistências do Model 3 nos EUA Aguardado no Brasil, Chevrolet Bolt amplia vendas com desistências do Model 3 nos EUA Reviewed by Hg Admin on 17:28 Rating: 5

Nenhum comentário